7 fases da carreira de um designer [lista de ferramentas]

A verdade é nua e crua é que ser designer não é fácil. Aos que pretendem ter uma carreira corporativa, trabalhar com publicidade e design não é fácil. A escalada é árdua, mas se bem realizada consegue-se chegar ao cargo máximo que todo criativo almeja.

Confira uma lista de etapas simples e rápida de todas as ferramentas que um profissional da área de design utiliza até chegar ao cargo de CCO – Chief of Creative Officer – de uma empresa. Se você  é o criativo principal do seu negócio, sabe muito bem que esse gráfico não se aplica tão bem a você.

 

De acordo com que vamos subindo na carreira, adquirindo experiência no mercado e ampliando o nosso leque de ferramentas nosso patamar de qualidade muda. Nossa carreira passa por diversas fases durante a vida.

 

Veja se sua realidade está de acordo com essa. Seu Diretor de Criação passou por essas estapar e possui esses conhecimentos?

Se sim, prepare-se, se ele for promovido você pode ter o mesmo destino.

Fases de um designer

  1. Estagiário | Conhecimentos: Photoshop, Illustrator, Flash e Dreamweaver;
  2. Designer | Conhecimentos: Photoshop, Illustrator e Flash;
  3. Diretor de Arte | Conhecimentos: Photoshop e Illustrator;
  4. Diretor de Criação Associado | Conhecimentos: Photoshop, Illustrator, PDF, Powerpoint e Excel;
  5. Diretor de Criação | Conhecimentos: PDF, Powerpoint e Excel;
  6. Diretor de Criação Executivo | Conhecimentos: Execução;
  7. Chief of Creative Officer | Conhecimentos: Abrir uma garrafa de champagne.

 

Aí você se pergunta a relação dessas fases da vida profissional de um criativo com as ferramentas utilizadas. Na realidade tudo não passa de uma metáfora em relação à realidade que nós criativos temos no dia-a-dia de uma agência. Até alcançarmos a maturidade para assumirmos projetos com qualidade e capacidade de desenvolvimento, as ferramentas e a forma como trabalhar, mudam.

 

Metáforas de trabalho para designers

 

A metáfora é relacionada à sua atitude profissional. Quando estagiário temos de absorver o máximo que podemos, seja como trabalho, seja como estudo. Conforme vamos subindo, somos efetivados como profissional, começamos a subir a escada de transformação, quando começamos a transição entre profissional criativo para profissional executivo. O ponto alto de qualquer profissional é quando assume-se uma posição de poder, e que a ferramenta mais utilizada é a garrafa de champagne para comemorar, seja um prêmio ganhado, seja uma conta conquistada.

Lembramos apenas que a carreira de executivo por muitas vezes é almejada por todos, entretanto, gosto de lembrar que, é justamente na carreira de executivo em que o comodismo é mais fácil de se estabelecer. Gostamos de exercitar a falta de satisfação e não acomodação. Não abandonar as tarefas criativas, sempre é interessante, afim de manter nosso cérebro em alerta e pronto.

 

 

By | 2014-02-15T22:39:00+00:00 fevereiro 15th, 2014|Business, Design, Escritórios|0 Comments

About the Author:

Business = Hustler, Designer = Hipster. CEO da Agência Elemento, um cara que ama conteúdo, aprendizado e New York City.