Os sete hábitos altamente eficazes das empresas

O que é cultivar hábitos altamente eficazes nas empresas? Como líderes fazem isso com sua rotina e repassam para seus liderados?

É o que pretendemos desenhar aqui nesse artigo.

Vamos lá, esse artigo só existe graças à genialidade do reconhecido professor, empresário e escritor estado-unidense Stephen R. Covey.

Ele escreveu The 7 Habits of Highly Effective People, best-seller com mais de 24 milhões de cópias vendidas pelo mundo.

Antes de mais nada,  preciso agradecer à vocês, leitores, que apoiam e permitem o crescimento pessoal e empresarial, através deste blog.

De verdade, obrigado!

“Por trás de toda empresa altamente eficaz está um líder com bons hábitos”

Como todo líder e empreendedor sabe, as ações que realizamos dentro e fora da nossa empresa geram resultados sobre nosso ecossistema.

Mas quais os hábitos altamente eficazes transformam minha empresa?

Primeiro, Stephen sustenta que os hábitos não são diretamente “a ação”, e sim “o como se faz ela”. A diferença nos resultados, é o que permitiu perceber a diferença entre as ações premeditadas e ações simples. Potencializando assim as ações em hábitos, os quais por sua vez, farão de muitas ações e objetivos leves e mais produtivas.

O que lhe permitirá também, poupar tempo e recursos para ir em busca de novos objetivos. É importante lembrar que a natureza dessas ações deve ser positiva, para garantir a efetividade delas.

“Não existe neste mundo todo, uma superioridade real que possa ser separada da vida correta” 
– DAVID STARR JORDAN

A ética durante o desenvolvimento de todas as áreas pessoais e profissionais, permitirá ao sujeito obter um resultado igualmente positivo a seu favor, mas a ausência dela será a decadência dos seus resultados positivos.

Terá que aceitar estes princípios e romper seus paradigmas para começar a assumir sua autoridade de “Líder altamente eficaz” e desenvolver esses sete hábitos a seguir.

Vamos aos hábitos altamente eficazes:

1.  Seja proativo

O hábito altamente eficaz da eleição gera resultados altamente eficazes, pois através delas é que começam as mudanças. Eles em primeira posição, contraem o assumem compromissos e responsabilidades, e já numa segunda posição a mudança; a meta.

A meta de incremenar o número de vendas, de fidelizar clientes, ampliar o campo de ação, oferecer novos serviços e/ou incrementar a produtividade.

Minha sugestão de meta: ser uma empresa altamente eficaz.

 

Uma empresa proativa é aquela que previne e se esforça para que as mudanças realmente aconteçam. É aquela que escuta, lê, aprende, se prepara e inova para gerar e alcançar metas, apesar dos argumentos reativos e das situações complicadas.

Ser proativo é pensar que, em situações complicadas, algumas empresas falham, mas nós queremos crescer. É pensar, também, que novas ferramentas tecnológicas não são um fator negativo.

2. Comece com um objetivo em mente

O hábito altamente eficaz de ter visão, ou seja, ter uma meta, trabalhar no longo prazo.

Toda empresa tem um líder guiando e apoiando as diferentes ações que se efetuam, e assim como sucede numa empresa, sucede no lar.

Um líder deve ser bom administrador, o que significa: atuar de forma correta para alcançar algo, uma meta ou objetivo.

Como líderes, deve ser esse interesse positivo, de buscar oportunidades e ambientes que façam de nós, e nossa empresa, cada vez melhores. A planificação amplia a visão de suas responsabilidades sobre os seus, lhe permitirá acionar corretamente para alcançar o que deseja.

Expô-los a bons e a novos ambientes vão permiti-nos apreciar uma maior absorção de conhecimentos, fortalecerá e ampliará frequentemente a imagem corporativa e a visão de planejamento.

Enquanto expormos nossas empresas a uma maior absorção de conhecimento, levaremos a espaços que produziram mais oportunidades e consequentemente, melhore parcerias.

Agências de comunicação como a nossa, tem esta perspectiva como pilar nas suas propostas. Temos como base o atuar para o bem das outras empresas, pois seu crescimento é o nosso.

Buscamos isso através de nossos valores, gerar parcerias e manter bons ambientes para nossos colaboradores e sócios.

Nos apropriamos da missão pessoal de cada líder apoiada e exposta por Stephen no seu livro:

  • Primeiro seja bem-sucedido no lar, na empresa.
  • Busque e seja digno da ajuda divina.
  • Jamais comprometa sua honestidade.
  • Lembre-se das pessoas envolvidas.
  • Ouça os dois lados antes de julgar.
  • Procure se aconselhar com os outros.
  • Defenda os ausentes.
  • Seja sincero e firme.
  • Desenvolva uma nova habilidade por ano.
  • Planeje hoje o trabalho de amanhã.
  • Ocupe-se enquanto espera.
  • Mantenha uma atitude positiva.
  • Tenha senso de humor.
  • Seja organizado pessoal e profissionalmente.
  • Não tenha medo dos erros – tema apenas a falta de respostas criativas, construtivas e capazes de superar estes erros.
  • Facilite o sucesso dos subordinados.
  • Ouça o dobro do que fala.
  • Concentre todas as habilidades e esforços no trabalho que tem a sua frente, sem se preocupar com o próximo emprego ou com a promoção

(Covey, S. R. 1989 P.55)

3. Primeiro o mais importante

“As coisas mais importantes nunca devem ficar à mercê das menos importantes”
– Goethe

Este hábito é subsequente dos dois primeiros.

Ser proativo: autor da mudança, pronto para inovar e atento ao que é bom. Ter visão:  administrar bem o tempo e os recursos, expor-se aos bons ambientes e procurar o apoio naqueles que sabem para desenvolver ainda melhor nossas responsabilidades.

A eficácia é o equilíbrio entre a produção dos resultados desejados, seja um produto o serviço, e a capacidade de produção; fatores ou elementos que sustentam a produção.

Lembre-se que muitas parcerias se efetuam com o objetivo de crescimento, pois como diz Stephen: “Não só é deixar que a galinha ponha ovos de ouro, também se deve cuidar dos fatores que nos permitem mantê-la viva e produzindo”.

E só assim puder determinar como se pode manter ela por mais tempo viva e aumentar sua produção.

Apropriar-se deste terceiro hábito originará em tais hábitos, um impulso constante e corretivo; o ordem e a autodisciplina. Cujas manterão em ordem os deveres primários e secundários, e por conseguinte uma conservação dos hábitos.

 

 

4. Pense no Ganha/Ganha

O hábito altamente eficaz do benefício mútuo.

O ganha/ganha se baseia no paradigma de que há bastante para todos, que o sucesso não se conquista com o sacrifício do outro.

Tal como expressa Stephen Este hábito é da crença na terceira alternativa. Não só: trata do meu jeito ou do seu jeito, e sim de um jeito melhor, superior” (Covey, S. R. 1989 P.134)

 

 

Não devemos tirar proveito de alguém sem que este tenha sua gratificação, da mesma forma que esperamos que o façam conosco. Tanto coragem quanto consideração são essenciais para Ganha/Ganha.

Este equilíbrio caracteriza uma verdadeira maturidade. Só assim, se consegue ouvir atentamente, compreender com empatia e também discordar corajosamente para obter o que deseja.

Deste quarto hábito se faz base o caráter com três traços essenciais:

  1. A integridade: O valor que nos damos a nossos mesmos e a objetividade nossa de vencer;
  2. A maturidade:  A coragem para destacar nossas metas com consideração das metas dos demais;
  3. A mentalidade da abundância: Promotor individual e coletivo que renova os esforços, mantendo um pensar produtivo e de sucesso.

 

5. Procure primeiro compreender, depois seja compreendido

 

 

O hábito do entendimento mútuo.

Na Elemento nos apropriamos deste hábito em especial, pois sempre buscamos trabalhar a empatia. É fato, os meios de comunicação estão mudando e crescendo, muito rapidamente.

Permitindo que através da compreensão da informação, podemos interceder, influir e criar estratégias para tomar proveito de um acontecimento.

Como líderes devemos dar o exemplo, para isso o primeiro que temos que fazer é escutar e compreender.

Como agência é nosso dever escutar e compreender as tendências, as massas, as empresas, nossos sócios e os desenvolvimentos intelectuais. Para assim poder aconselhar, guiar e brindar um excelente serviço a nossas empresas parceiras.

É aqui onde os hábitos anteriores se manifestam, favorecendo o bom desenvolvimento das metas deste quinto hábito, pois de uma escuta neutral; com empatia e integridade, se pode gerar uma solução eficaz. Stephen resolveu a explicação deste hábito com a seguente situação:

Suponha que você tenha um problema na vista e decida ir ao oculista para resolvê-lo. Depois de ouvir rapidamente seus problemas, ele tire os óculos e os entrega a você.

– Use estes- ele diz. – Tenho estes óculos há dez anos, e eles me ajudaram muito. Tenho outro par em casa. Pode ficar com eles.
Você os experimenta, mas os óculos só pioram seu problema.
-Esta horrível- você reclama. – Não consigo ver nada.
-Mas o que há de errado? – pergunta o médico. – Para mim estão ótimos.Tente de novo.
-Estou tentando- você fala. -Mas vejo tudo embaçado.
-Qual é o problema com você? Não consegue ter um pensamento positivo?
-Esta bem. Positivamente, não enxergo nada!
-Amigo, como você é ingrato! – ele reclama. – Depois de tudo que fiz por você!

(Covey, S. R. 1989 P.154)

Nem todas as soluções são iguais, assim como nem todas as necessidades são iguais. Por isso na Elemento focamos em ser a melhor empresa, ajudando a solucionar suas necessidades fazendo-as nossas. Compartimos com nossos parceiros nosso conhecimento e nossos êxitos.

Quando você aprende a escutar, aprende a expressar-se e a dar-se a entender, pois há conhecido como deveria expressar-se uma pessoa.

Nossa experiência e posição nos tem permitido diferenciar e compreender como uma empresa deve comunicar-se a seus diferentes tipos de clientes em seus diferentes cenários.

Criamos e expressamos criativamente nossas ideias para fazer delas entendíveis, sutis e destacadas entre a atual massiva publicidade nos crescentes e vitais meios comunicação.

6. Sinergizar

 

O hábito altamente eficaz da criação criativa.

Cada necessidade produz uma solução. A natureza desta permite ser melhorada hasta ser ainda mais criativa e útil. Nós como empreendedores criativos suprimos necessidades ou criamos novas, graças a nosso conhecimento e nossa determinação.

Quando sinergizamos com outro empreendedor com competências diferentes, e, portanto, com desafios também diferentes, tendemos a suprir necessidades ainda muito mais criativas e efetivas, num lapso mais curto.

Se colocar duas plantas, lado a lado, as raízes se misturam e melhoram a qualidade do solo, de modo que as duas crescem melhor do que se estivessem separadas.

Se você coloca duas peças de madeira juntas, elas aguentarão muito mais do que o peso suportado por cada uma individualmente. O todo é maior do que a soma das partes. Um mais um é igual a três ou mais.

Contrário dele, existe um mau hábito: O Micromanaging. Ele se torna como uma resistência na produção e drena a capacidade da equipe. Freia o crescimento empresarial, diminui as oportunidades  e abstém a inovação das novas ferramentas tecnológicas.

“A sinergia é a essência da liderança baseada em princípios, na motivação de Vencer/Vencer e nas habilidades da comunicação empática, para enfrentar os desafios mais difíceis”
STEPHEN R. COVER

7.  Afinado o instrumento

O hábito da renovação trata do reciclar-se e volver a formar-se constantemente. É o que se conhece como “o auto- atualizar-se”.

A vida é um processo de aprendizagem e melhoria constante.

Afinar o instrumento e melhorar seu bem mais precioso: você mesmo. É renovar as quatro dimensões de sua natureza:

  • FÍSICA: Exercício, Nutrição, Cuidados com o Estresse.
  • MENTAL: Leitura, Visualização, Planejamento, Escrita.
  • SOCIAL EMOCIONAL: Ajuda, Empatia, Sinergia, Segurança Interna.
  • ESPIRITUAL: Clareza de Valores e Envolvimento, Estudo e Meditação.

(Covey, S. R. 1989 P.189)

Embora que, as quatro dimensões sejam facilmente categorizadas como diferentes, cabe ressaltar um princípio que têm em comum: O crescimento.

Assim como cresce um músculo depois de ser submetido a intenso esforço, fazendo as fibras musculares se rompam e as nervosas acusem dor.

Os músculos regeneram naturalmente, em 48 horas as fibras ficam mais fortes e grandes que antes. O mesmo acontece com os músculos emocionais, como o é a paciência ou a determinação.

Quando alguém exercita a disciplina para ultrapassar seus limites, a mesma natureza a faz mais forte e resistente.

A essência da renovação no plano físico é afinar o instrumento, exercitar o corpo de forma constante, que preserve e aumente a capacidade de trabalho, adaptação e fruição.

Lembre-se também do que Goethe nos ensinou: “Trate um homem como ele é, e ele continuará sendo como é. Trate-o como ele pode e deve ser, e ele se tornará no que pode e deve ser ”

“Somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito”
– Aristóteles

Conclusão

Sei que essas dicas estão genéricas, mas uma coisa é fato: nós praticamos…e com a prática vem a perfeição.

Que tal começar a buscar a eficiência e a perfeição sendo 1% a cada dia? Acredito que você se encontrará muito mais satisfeito e feliz num futuro bem próximo.

Conte-nos como tem sido sua rotina em busca da alta eficiência deixando um comentário. Adoraríamos bater um papo!

By |2018-02-10T12:49:17+00:00maio 4th, 2017|Business, Educação|0 Comments

About the Author:

Colombiano, Graduado de Línguas Modernas nos Negócios na Universidad EAN de Bogotá. Tem grande exposição ao setor de vendas, é expansivo e muito preocupado com a qualidade.