Os Fantásticos Plugins de WordPress e Onde Habitam

Atualmente, quando falamos de conteúdo a primeira coisa que vem a sua cabeça acredito que seja: “Ah, okay, preciso de um blog.”

Sim, mas não pode ser um blog qualquer.

A queridinha de nós creators é o WordPress. Sim, uma plataforma mundial e com uma comunidade enorme desenvolvendo não só conteúdo, mas também (muito) conteúdo.

Mas como você já sabe, a plataforma sozinha não fará mágica. Exige um trabalho ostensivo de otimização.

Sim, otimização da experiência de entrega e consumo do conteúdo para o público. É preciso esmerilhar o SEO, qualidade da redação, tamanho das imagens, formulários de contato, layout do site

Dessa forma, teremos uma série de artigos focados em ajudá-lo a sair do lugar e iniciar sua produção de conteúdo escrito.

No primeiro artigo da série temos Os Fantásticos Plugins de WordPress e Onde Habitam. Vamos lá?!

1. Yoast SEO

yoast seo plugin de wordpress para melhorar rankeamento no google

 

Talvez seja o mais conhecido plugin de WordPress.

O Yoast SEO é um plugin essencial para todo produtor de conteúdo escrito. Afinal, é através do Google que você é encontrado na grande rede. Mas não se preocupe, ele não é díficil de usar e você não terá dores de cabeça com sua configuração, com um clique tá tudo resolvido.

Sabe aquela história de keywords?

Pois é, o Yoast te ajuda a entender e configurar de forma simples e direta a keyword melhor ranqueada.

Atualmente, até existem algumas opções no mercado. A que já usei e recomendo também a o Squirrly SEO.

2. WP Fastest Cache

Falou em entrega de conteúdo via WordPress, falou em ter um plugin de cache eficiente.

Desde que entrei para a área de conteúdo o assunto estava polarizado: W3 Total Cache ou WP Super Cache. Faz pouco tempo, comecei a ouvir falar de um terceiro nome, o WP Rocket.

Todos esses citados são ótimos plugins que conseguem ampliar e melhorar de forma de entrega do seu conteúdo. Mas antes de mais nada, você entende o que é Cache?

A ideia desse tipo de plugin é que “salve” uma imagem do seu site para que não precise uma nova requisição de carregamento na raiz. Assim o seu usuário tem uma “falsa impressão” de que seu site carrega bem rápido.

Vale lembrar: se seu site tem muito conteúdo (vídeo, imagens e texto) é extremamente necessário ter um plugin de cache.

O WP Fastest Cache é a grata surpresa. Um plugin de fácil configuração, excelente integração — não conflita com outro plugins — e além de tudo tem excelentes avaliações.

Seu diferencial se baseia em conseguir interagir eficientemente com servidores Apache e Nginx. Fora isso, ainda integra muito bem com PHP/FastCGI e Cloudflare.

Ah, vale dizer que o WP Fastest Cache possui uma excelente ferramenta de integração com a CDN Photon do WordPress. Vale o uso para otimizar a entrega das imagens.

3. Tiny PNG

Continuando no assunto de entregas otimizadas de conteúdo, temos imagens em foco. As grandes vilãs da performance do seu site.

Se você, assim como eu, gosta de belas fotos para a capa de seus artigos e geralmente as busca com as melhores resoluções, então esse plugin é para você!

O Tiny PNG é uma ferramenta de compressão de pixels e tamanho das imagens. Se você já conhece o site e utiliza seus recursos, sabe a qualidade da ferramenta.

A vantagem principal do plugin é a comodidade, não ter que acessar o site e escolher as imagens. Com o plugin instalado em seu wordpress, basta subir as imagens. Após isso, “automagicamente” suas fotos são comprimidas sem perder a qualidade.

Vale a pena conhecer!

4. Wordfence

Se você está na internet, uma coisa que não pode abrir mão é segurança. Principalmente em sites de conteúdo, em que a sensibilidade de acesso é grande.

Por isso, recomendo instalarem o Wordfence, um plugin de primeira linha.

Com versões gratuitas e paga, o Wordfence é a escolha número 1 de especialistas em WordPress. Para configurar vai exigir um pouco de conhecimento técnico, mas nada extravagante.

Minha dica, existem diversos tutoriais no YouTube que podem lhe ajudar, escolha um e vá em frente.

5. WP Subscriber Pro

Uma ideia boa para um site de conteúdo iniciante é a captura de leads. Nós já falamos sobre isso em alguns artigos, mas não custa relembrar.

Caso não queira utilizar nenhuma ferramenta externa ao wordpress como o Hellobar ou o Sumo, use o WP Subscriber.

Com ele você será capaz de construir formulários de captura, seja em pop-up ou em banners. Se você é iniciante nos conhecimentos de HTML e CSS, recomendo investir na opção paga.

Por que? Facilidades de customização de cores, call to action e botões. Ah, vale dizer que integra com o MailChimp!

6. SEO Friendly Image

Todo blog ou portal de conteúdo quer alcançar as primeiras páginas do Google. Para tanto, é preciso trabalhar bastante o seu SEO.

Se você está aqui, com certeza já ouviu falar sobre, então não explicarei sobre.

SEO Friendly Images é um plugin que atualiza automaticamente todas os atributos ALT e TITLE adequados para fins de SEO. Se suas imagens não tiverem ALT e TITLE já configuradas, o plugin adicionará de acordo com as configurações escolhidas.

7. P3 (Plugin Performance Profiler)

Como estamos falando desde o início, garantir uma experiência satisfatória é quesito de alta importância hoje em dia. Na internet isso traduz em tempos de carregamento mais curtos.

Sites de conteúdo já possuem uma boa dose de requisições devido ao seu extenso banco de dados e se não atentarmos, outras sujeiras podem prejudicar a experiência dos usuários.

Então, além de uma boa CDN e plugin de cache, é interessante que mantenha o seu site com o código mais limpo possível. E como conseguimos isso?

Antes de mais nada, com um bom desenvolvedor projetando do zero. Mas caso isso não seja possível – e tiver que utilizar um tema – garanta que esteja limpo.

Evitar utilizar muitos plugins é essencial. Por isso, ter o P3 instalado é crucial para saber quais plugins estão consumindo mais espaço e memória e assim ampliando o tempo de carregamento do seu site.

Bônus: Hospedagem

Se você ainda quer extrair a melhor performance do seu site, certeza que uma das coisas que precisará se atentar é a hospedagem.

Com o melhor custo-benefício que pude encontrar, excelente otimização de nginx + apache com mod_pagespeed mem_cache, ambiente staging nativo, deploy com Git bem tranquilinho, lets encrypt one button, cdn easy mode, etc.

Ah, mas não tem parte ruim? Claro que tem jovem, o único problema é que o ip do datacenter principal deles fica na Romenia.

Mas você pode pagar pra mudar.

By the way, aqui na Elemento não pagamos e temos excelentes resultados.

Por isso, não pensaria duas vezes ao recomendar o Siteground!

Conclusão

Produzir conteúdo na internet não é apenas escrever e publicar diversos artigos mensalmente. Bem, também é isso.

Mas você também precisa se atentar a quantidade de detalhes que podem fazer a diferença para o site decolar e alcançar o fator de virada.

Se você gostou das dicas ou utilizar alguns desses plugins, deixe seu comentário. Adoraria trocar uma ideia sobre sua experiência! 😉

By | 2018-02-10T11:44:06+00:00 fevereiro 5th, 2018|Business, Empreendedorismo, Imprensa, Marketing, Tecnologia|0 Comments

About the Author:

Business = Hustler, Designer = Hipster. CEO da Agência Elemento, um cara que ama conteúdo, aprendizado e New York City.