Growth hacking: a incrível mentalidade do novo marketing

Quando li o livro Sundae de Almôndegas de Seth Godin, comecei a me inteirar sobre a nova realidade do marketing. Um fato recaiu sobre mim, a realidade do mundo havia mudado e quem não se adaptasse perderia espaço, mas principalmente: perderia eficiência.

Quase todo ano testemunhamos um novo sucesso surgido no Vale do Silício. Já fomos agraciados com empresas como Dropbox, Uber e Airbnb, todas startups que cresceram incrivelmente rápido – pelo menos à vista do público – e alçaram voos de bilhões de dólares.

Então permanecemos sentados em nossas cadeiras, em nossos escritórios, pensando e estudando suas trajetórias. Até que se descobre que essas empresas utilizaram uma coisa chamada de Growth hacking (Crescimento Rápido).

conjunto de disciplinas que formam a mentalidade de growth hacking para qualquer empresa

O que é isso? Serve para minha empresa?

Qualquer empresa pode usar

Bom, se engana quem pensa que Growth Hacking não seja algo universal e acessível. Na verdade, seu valor é maior do você imagina e custa menos do você espera.

Neil Patel explica muito bem sobre isso.

Growth hacking nada mais é do que uma mentalidade. Não são ferramentas miraculosas, nem tão pouco táticas exclusivas e inovadoras prometidas por algum guru do marketing moderno. Não, growth hacking não é isso. É pura e simplesmente uma mentalidade.

Como assim uma mentalidade?

Uma mentalidade em que uma pessoa, equipe ou empresa adotam. Ter o foco a longo prazo, no crescimento – de preferência um crescimento monstruoso -, analisar os dados e ter a noção da realidade sempre presente; são os principais fatores dessa mentalidade.

Nesse tipo de mentalidade não importa se você é economista, administrador, designer, programador…enfim, pouco importa a posição profissional que ocupa. O importante é o foco no crescimento e como alcançá-lo mais rapidamente.

Mas lembre-se, crescimento tem mais a ver com retenção do que com aquisição. Do que adianta adquirir inúmeros clientes, se não conseguir reter nenhum?!

Preste muita atenção, foque nos clientes ativos e mantenha o foco no crescimento.

 

funil de vendas marketing digital e growth hacking onde se encaixam e como ajudam negócios crescerem

 

Growth hacking não é um kit de ferramentas

Já sabemos que o growth hacking é uma mentalidade, que antes de mais nada precisa estar alinhada, ela precisa pertencer ao DNA da organização.

Já me deparei com CEO`s e recrutadores de startups que me perguntaram como conseguir um Growth Hacker. Bem, por – até então – não entender muito bem como responder, sempre falava o que seria difícil no mercado local do Espírito Santo.

Quando a “ficha caiu” e pude entender que Growth hacking não tem a ver com uma posição profissional, mas sim com uma mentalidade; tudo fez sentido.

Não contratamos growth hackers. Contratamos pessoas que pensam no crescimento, são estratégicas e sabem como implementar essas estratégias.

Conseguiu entender?

Growth hacking não é uma maleta de ferramentas que podemos simplesmente abrir e sacar dela uma nova tática de crescimento. Não, isso não é possível. Precisa de tempo, estratégia, execução e principalmente, paciência.

 

Não perca tempo

Mas você precisa concordar comigo, ter paciência não significa perder tempo, muito menos gastar muito tempo. Sim, tempo é extremamente importante, o timing correto ajuda você a se colocar no espaço certo.

Então, quando falo de perder tempo, não estou falando nada mais do que uma coisa: execute o máximo possível, construa uma boa equipe – da forma que for possível – e delegue atividades. A partir daí venda a ideia de crescimento, faça todos terem noções de dados – mesmo que básicos -, mantenha um “olho constante” em seu analytics. Teste, muito; meça seus resultados e saiba o que dá certo e o que não dá.

Existem algumas ferramentas e estratégias simples que você pode começar o quanto antes a implementar, manter o trabalho e colher resultados.

Por exemplo:

  1. sua empresa já possui um blog? Ele é atualizado frequentemente? Seu conteúdo é relevante e está conectado ao seu público-alvo? Se todas as resposta foram sim, vamos para o passo dois.
  2. Você já está capturando leads na sua página? Tem mantido sua lista de e-mails aquecida, enviando e-mail marketing com conteúdo relevante, o suficiente para não ficar estressada? Se as respostas foram não, experimente utilizar algumas ferramentas como a HelloBar ou Sumo Me para capturar leads e o Mail Chimp para disparar e-mails. Tudo de graça!

Não foque em apenas uma pessoa

 

quem é o growth hacker?

 

Não deixe tudo na mão de apenas uma pessoa, pode ser arriscado e o principal, pode não funcionar da forma como você espera.

Criar expectativas nesse trabalho é algo venenoso, por tanto crie expectativas, mas mantenha os “pés no chão” para saber o que é possível conseguir. A realidade sempre dará um jeito de te impor desafios e consequentemente errar.

Com uma boa preparação, mantida na realidade, você não corre riscos de se perder no meio do caminho.

Por tanto, tente ao máximo construir uma equipe focada no crescimento. Faça reuniões de integração, produza conteúdo e seja ativo em todos os canais de comunicação. Construa ativos para sua marca.

Quando falamos em branding, lembre-se que ele pode estar intimamente ligado ao crescimento da sua empresa.

Uma dinâmica bem feita, com a mensagem correta sendo entregue as pessoas que querem ouvi-la, com certeza alçará sua companhia a novos voos. Tenha uma lista de conteúdo, mesmo que fique desconhecido por algum tempo, você estará trabalhando; e então no dia que todas as estratégias que pensou funcionarem. BOOM! Seu incrível conteúdo estará lá para auxiliar na autoridade da sua marca.

Sim, sua empresa pode sim fazer growth hacking

Você deve estar pensando que Growth hacking não é para sua empresa, seu segmento não teria espaço para esse tipo de coisa e que principalmente lhe custaria (muito) dinheiro para tirar isso do papel.

Bem, digo a você o seguinte: quanto menos abertura e mais encaixotado estiver um segmento, mais aberto a inovação ele está. Volte aos básicos do marketing e estude seu público e mercado. Com o entendimento ideal você será capaz de realizar coisas muito interessantes.

E para justificar os valores, bem, a ideia é investir. Se você não estiver familiarizado com o termo investimento, bem, o Dicionário Michaelis te ajuda.

 

in.ves.tir

(lat investire) vtd 1 Dar posse ou investidura a, revestir de poder ou autoridade: A revolução investiu-o na ditadura. “As legiões do Oriente o investiram imperador” (Cam. Castelo Branco). vpr 2 Tomar posse de, empossar-se: Investiu-se desde logo no comando. vtd 3 Empregar, inverter (capitais): Investiram milhões na tal empresa. vtd 4 Acometer, atacar: “Investiu a serpente de Moisés as outras” (Pe. Antônio Vieira). vti, vint e vpr 5 Arremeter: “A caterva investira à taba régia” (Porto Alegre). “Invistamos esta noite com os filisteus, e destruamo-los” (I Livro dos Reis, 14, 36 – trad. do Pe. Figueiredo). “As mulheres queixavam-se de que esse homem investira contra elas” (Machado de Assis). “Investiu para o touro” (Ernesto Carneiro Ribeiro). A fera investia aos saltos. Afastaram-se um pouco e investiram-se com maior ímpeto. I. uma pessoa: troçar dela.

 

Logo para que o investimento se pague, precisa haver a paciência necessária e um trabalho bem desenvolvido. Como boa parte das atividades do novo marketing, a agilidade está sempre presente. Porém, é sempre algo pensado em longo prazo. Nada para ontem; agilidade, não pressa.

Para finalizar vamos definir o que é um hack, pois acredito, que o entendimento da palavra pode gerar confusão em muitas mentes. Então, o que é um hack?

 

Hack

hack2
noun forma criativa, não usual, de se resolver um problema.

 

Então ligue os pontos, se Hack é uma forma criativa de se resolver um problema, podemos entender que a criatividade está sim ligada a essa atividade. Assim como o marketing e comunicação.

Conclusão

Agora que você já sabe que Growth hacking, como pode tirar proveito dele para buscar o crescimento rápido da sua companhia e já acompanhou cases de sucesso; dedique um tempo para estudar e se tornar melhor nessa filosofia.

Uma coisa é certa, implementar essa mentalidade na sua companhia pode gerar excelentes resultados e o principal, de forma acelerada; principalmente quando pensamos em relação à concorrência.

Como você vê sua empresa tirar vantagem da mentalidade de crescimento rápido? Se quiser manter-se atualizado com mais conteúdos, assine nossa newsletter.

By | 2018-05-24T21:00:35+00:00 junho 14th, 2016|Business, Marketing, Tecnologia|4 Comments

About the Author:

Business = Hustler, Designer = Hipster. CEO da Agência Elemento, um cara que ama conteúdo, aprendizado e New York City.