Ferramentas de Growth Hacking: Uma introdução prática

Você sabe que é Growth Hacking? Quais ferramentas de Growth Hacking são úteis? Com certeza você já deve  ter se perguntado sobre isso.

Quando abrimos uma empresa temos uma série de desafios, e sendo empreendedor, sei muito bem que um dos principais motivos é não deixar a ânsia tomar conta.

O DNA empreendedor é assim, o corpo está no presente; mas a visão está sempre no futuro. Deveríamos estar sempre focados no longo prazo, no crescimento, no próximo passo. Mas no geral, não estamos.

O que deveríamos querer construir mesmo é o legado.

ferramentas de growth hacking começa por entender o negócio

Quando vemos a possibilidade da empresa sair duma fase de estagnação e chegar ao crescimento, isso por um lado, pode ser muito bom; mas também pode ser altamente venenoso. Na verdade, uma pitada de realismo é necessário. Estar ligado ao atual porte da empresa e conhecer cada necessidade são parâmetros essenciais para ficarmos numa posição favorável de conseguirmos vencer no futuro.

Mas como posso me colocar numa posição em que não irei “morrer” de ansiedade e, também, não irei atropelar os processos para alcançar o crescimento que desejo para minha companhia?

Bem, sou suspeito em falar; mas afirmo com alguma certeza todas as vezes que me perguntarem: é necessário investir em marketing. É somente através dele que você será capaz de diferenciar a sua companhia, por isso, ter um plano de marketing é essencial para entender seu público-alvo e como atingi-los.

Dentro de sua estratégia de marketing, é imprescindível que construa uma excelente estratégia de comunicação; pois como já falamos em outro artigo; não importa o tamanho da sua empresa é necessário anunciar. Apenas assim você conseguirá construir uma marca forte, formar um mercado e até mesmo ter uma proposta única de vendas.

Mas você possivelmente já teve contato com as estratégias de crescimento do Airbnb e do Facebook , não é mesmo?

Pois é, o termo conhecido por Growth Hacking vem ganhando cada vez mais espaço entre empresários de todo o mundo, e isso, já explicamos em um artigo anterior, qual é a nossa visão sobre o assunto.

Mas já adianto que essa mentalidade é contagiosa e possivelmente auxiliará no seu percurso de crescimento. Se aliada a boas estratégias de marketing e marketing digital, seu negócio com certeza terá ótimas possibilidades; mas não se engane, se seu produto ou serviço é ruim; nem adianta tentar florear em suas estratégias. Certamente falhará e não adianta utilizar ferramentas de growth hacking, não funcionará.

Muitas vezes diversos vemos artigos e gurus da internet venderem o crescimento exponencial como um milagre do marketing moderno, e quem tem experiência no mercado sabe; não é.

Exige dedicação, trabalho duro…muito sangue, suor e lágrimas para fazer o empreendimento decolar de forma sustentável. Principalmente quando, alguém como a Forbes, nos mostra um cenário não muito favorável ao desenvolvimento de empresas startups no Brasil.

Mas você já ouviu ou utilizou alguma ferramenta de growth hacking? Se não, eu explico. Basicamente, as atividades consistem em estratégias para aumentar o tráfego do seu site; consequentemente sua exposição e então gerar a possibilidade de mais clientes.

Por isso nesse artigo você vai entender melhor:

  • Sobre ferramentas de growth hacking;
  • Entender o que é leads de forma prática
  • Ferramentas de growth hacking para sua captura e ativação;
  • Como construir de forma prática um loop com essas ferramentas de growth hacking.

Ferramentas de Growth Hacking

O que significa leads?

Segundo Neil Patel, lead é todo aquele cliente em potencial que tem alta tendência em se tornar embaixador da sua marca, isso claro, se você fizer o trabalho corretamente.

Tudo isso já é confirmado quando uma pesquisa da Oracle mostra que o alcance de 66% das metas organizacionais estão diretamente ligadas a geração de leads.

Se pensarmos que segmentos B2C dependem ainda mais da geração de leads vindos de diversos canais, a existência de um processo automatizado para isso é uma forma excelente de se encurtar o caminho e garantir agilidade e confiabilidade ao processo.

Ferramentas de growth hacking para aquisição e ativação de leads

Bem, para se ter uma estratégia implementada de growth hacking, o mais importante é ter um site; e se eu puder lhe dar um conselho, invista em produzir conteúdo.

Após você ter dado o primeiro passo, o segundo é alimentar seu site com conteúdos realmente relevantes. Não importa o formato, seja ele vídeo, texto ou imagens; a mensagem é o que vai te diferenciar da multidão.

Pronto, agora estamos prontos para implementar nossas estratégias.

Aqui na Elemento, a forma que encontramos de fazer isso foi através de nosso blog. Uma ferramenta que inicialmente construímos para “capacitar” nossos possíveis clientes e parceiros.

Acabou que tornou-se um grande canal de difusão da marca Elemento. Com o tempo adotei e abracei de forma efetiva a estratégia de marketing de conteúdo.

Comecei com uma otimização aqui, outra ali e shazam!

O blog começou a atrair cliques. Esses cliques evoluíram para um convite a tornar-se colunista no Design Culture e com o tempo o tráfego do site cresceu e junto dele a exposição de marca. Dia a dia, mais leitores no blog, mais pessoas prestando atenção em meu conteúdo.

Mas então, como fidelizar esse público que passou a consumir esse conteúdo?

Foi então que estudando diversos materiais de profissionais como Neil Patel, que conheci algumas ferramentas como SumoMe e o Hellobar.

 

uma das ferramentas de growth hacking é o Hello Bar

 

Essas ferramentas consistem na construção de itens visuais como pop-ups e banners para capturar algum tipo de contato dos visitantes do site.

A partir das informações que coleta (geralmente e-mail) você poderá conectar essas ferramentas a um serviço de disparo de e-mail marketing. No nosso caso, utilizamos o Hellobar integrado com o MailChimp.

Em quase dois anos, saímos de 0 leads coletados para 380 ativos. Podemos considerar um crescimento bom, mas sendo realista, sei que poderia ter sido melhor; principalmente se tivéssemos prestado mais atenção às estratégias de link building e de SEO.

Daí podemos entender como poderíamos otimizar o impacto na qualidade de geração de leads quando pensamos em estratégias conjuntas de marketing, seja ela qual for, conteúdo, SEO, link building e também anúncios PPC.

O importante também é lembrar de testar, muito. Por isso, tenha contato constante com o seu painel da análise. No Hellobar você tem num único lugar a análise completa da todos os itens que você criou e a partir dali consegue entender a relação entre o tipo, a quantidade de visualizações, número de conversões e CTR.

Já o SumoMe é uma ferramenta um pouco mais robusta, com muitas funcionalistas para auxiliar o crescimento e a exposição de seu conteúdo. Se você tem uma equipe enxuta e um orçamento com algum dinheiro, certamente deveria ir de SumoMe.

 

ferramentas de growth hacking screenshot de utilização e painel de dados da Sumo Me

 

Com ela você consegue construir uma lista de leads, analisar suas páginas com heatmap, ferramentas de compartilhamento dos conteúdos e outras diversas integrações.

O melhor de tudo, essas ferramentas não exigem grandes esforços de programação, então você mesmo que entende um pouco de HTML consegue instalar. Se utilize o Google Tag Manager e tá tudo certo.

Ao entendermos que para garantir um crescimento diferenciado para o negócio, é necessário uma estratégia de qualidade e que, toda estratégia de qualidade começa com uma análise criteriosa do estado em que nos encontramos e onde desejamos chegar.

Por isso, antes de começar a etapa de automatização da geração de leads com as ferramentas que te falei, é necessário entender sua realidade e a capacidade de sua empresa absorver esse crescimento.

Para startups esse tipo de crescimento geralmente é melhor absorvido por se tratar de empresas que entregam um produto idêntico a todo tipo de cliente.

Caso trabalhe com consultoria por exemplo, sua estratégia de growth hacking pode ser voltada para educação, fornecendo webinários com dicas administrativas para empresa ou até mesmo criando planilhas de controle as disponibilizando o download em troca de e-mails.

Entendeu? São estratégias que envolvem o seu conhecimento básico, mas que muitas vezes ajudam diversas pessoas e assim consegue trabalhar o crescimento da sua base de seguidores.

Isso garante o crescimento na curva de atenção e abre uma enorme porta para se trabalhar o relacionamento mais próximo.

Conclusão

Agora que você já entendeu o que é growth hacking e todas as possibilidades que ele pode abrir para a sua empresa; você já pode começar a estruturar isso para o próximo ano.

Aproveite os últimos 30 dias do ano, estude e estruture. Se precisa, busque ajuda especializada. O importante é entender que crescimento sustentável leva tempo e exige esforço, mas pode ser sim potencializado.

Mas lembre-se, não adianta tentar montar estratégias focadas em growth hacking, se sua empresa não possui presença digital, ou sequer tem um funil bem trabalhado.

Não atropele os passos, afinal, a pressa a passa e o estrago fica.

Você possui uma mentalidade focada no crescimento? Quais são sua estratégias para implementar?

Obrigado por ler! 🙂 Se você gostou desse artigo, fale comigo no Instagram | LinkedIn | Facebook | Twitter

Inscreva-se na newsletter da Elemento AQUI

By | 2018-06-05T18:41:05+00:00 dezembro 5th, 2016|Business, Imprensa, Marketing, Tecnologia, Website destaque|4 Comments

About the Author:

Business = Hustler, Designer = Hipster. CEO da Agência Elemento, um cara que ama conteúdo, aprendizado e New York City.