Introdução

1.histórico sobre o surgimento de agências no mundo

A história do design e da publicidade se confundem na linha do tempo. No início, lá atrás no século XIX quando não existia agência, o trabalho de publicidade era feito por um executivo que comprava espaço de anúncios em jornais e revistas, conhecido como corretor de publicidade. Nessa época a maioria dos anúncios eram de classificados, ou seja, apenas textos. Com a introdução dos processos industrializados de reprodução de imagem, a coisa ganhou forças diferentes.
A primeira agência do mundo, foi fundada em Boston, no ano de 1841, por Volney Palmer. Foi também a primeira a cobrar o BV, a famosa comissão sobre a veiculação. Mais tarde, em 1875 a N. W. Ayer & Son foi a primeira agência a oferecer todos os serviços de publicidade, desde negócios até a criação, e assim assumir responsabilidade pelo conteúdo das propagandas.

 

2.Setorizar uma agência e contextualizar com o momento atual do mercado mundial

Para quem acompanha a série Mad Men, pode perceber que por mais que o sistema de trabalho continua o mesmo, é visível que a setorização da agência já mudou. A revolução digital pode ser considerada a principal responsável por essa mudança.

orbital organograma estrutura de uma agência de publicidade

 

3.Importância para negócios, seja ele o tamanho que for

Agora quando falamos em agência de publicidade, muitos empresários pensam que isso não é para seu negócio. Acreditam ser um custo a mais em seu faturamento que onera mais a sua lista de contas a pagar. Vou falar uma verdade: todo negócio que pretende crescer, precisa de uma agência. A agência ajudará a construir uma voz para sua marca, auxiliará no posicionamento de seu negócio e principalmente, potencializará a geração de novos negócios.

 

Porque você deve ter uma conta publicitária

1.Diferencial de agência

Então quando seu negócio chega num certo ponto, você se pergunta contratar ou não uma agência? Afinal existem tantos tratantes por aí. Bem, nunca falaram que é um processo simples e fácil. Antes de mais nada, vale frisar que ainda é muito comum em grandes empresas o processo de concorrência, como o que ocorreu em Mad Man com a conta da Jaguar, por exemplo. Não viu? Te ajudamos a lembrar como o ciclo foi fechado.

 

 

Além de concorrência ainda existem outros processos, como a indicação e a prospecção por parte da agência. O fato é que o diferencial das agências ficam claros bem de cara, criatividade com estratégia. Quando apresentado um belo pitch de campanha, e ficar com o queixo caído, você entenderá.

 

1.1.Modelos de agência

Nesse contexto um modelo tradicional de agência de publicidade mudou, e muito. Hoje temos agências full-service, agência de mídia, agências digitais e por aí vai. O fato é que para o seu negócio, se você procura um know-how diferenciado, agências full-service ainda são melhores oportunidades. Mas por que full-service, você se pergunta. O modelo full-service é o modelo mais completo de serviços que podemos encontrar de agências, quando uma agência se diz full-service, ela engloba todos os setores tradicionais, com adição dos serviços, por exemplo, de uma agência digital, de mídia e etc.

 

2.Trabalho criativo com objetivo é o foco

Quando vemos agências surgirem por aí como água que brota duma nascente, nos perguntamos se todas que estão por aí sabem o que realmente é o foco do negócio. Quando temos trabalhos realmente bons de agências brasileiras, se destacando no mercado mundial com prêmios e campanhas que entram para memória entendemos o real objetivo das agências: Criatividade com estratégia. Afinal quem não quer seu negócio com uma campanha memorável e uma estante com prêmios?

 

3.Investimento X Custo

Ok, chegamos num momento delicado. A discussão de cifras. Ótimas oportunidades de negócios morrem nessa fase. Clientes deixam de investir e ter o diferencial criativo ao lado do seu negócio. Entendam de uma vez por todas, você não está tendo um gasto, você está fazendo um investimento em seu negócio e está ganhando valor.

 

Pontos importantes e cruciais de se contratar uma agência

1.Como encontrar uma agência

Ok, depois de tudo que falei aqui você ficou empolgado e identificou uma real necessidade de investir num relacionamento com uma agência de publicidade. Onde encontrar uma? Como encontrar? O primeiro passo é perguntar à conhecidos, depois disso você pode consultar o nosso querido Google e para finalizar procura informações em sindicatos e associações.

 

2.Como contratar

O regime de contrato é definido na negociação, mas tradicionalmente existem duas formas de se fazer negócio em publicidade: acordo carta-padrão e o acordo de Fee. O acordo carta-padrão se constitui basicamente fazer o trabalho por demanda, ou seja, o cliente pede uma campanha a agência entrega o trabalho e recebe por isso. Já o fee é um tipo de acordo contínuo, o cliente paga uma mensalidade à agência para a realização dos trabalhos, sempre que houver demanda.

 

3.Como construir uma relação

Após ler isso tudo te falo algo muito importante: construir uma relação saudável com sua agência é muito importante. Saber como lidar com a agência é simples: somos todos humanos. Ler mentes ainda não é um talento humano, por isso é normal haver diferença de pensamento, a agência quer apresentar o trabalho mais criativo possível e o cliente quer o trabalho de acordo com o que ele deseja. Por isso, não podemos deixar pequenos atritos abalar o que a relação construiu: resultados e crescimento da sua marca e negócio.